Oct 12, 2011

projectos de vida

"... las soluciones siempre son locales; de ahí la importancia de preservar nuestras especies nativas para proteger además todo lo que implica un árbol en una cultura." Lucas Chiappe, jornal Lanación O projecto LEMU ( que significa bosque na língua indígena mapuche) nasce em 1990 para proteger e valorizar os bosques Andino-Patagónicos. Desde essa data realizam diversas acções nesse campo: informam as populações e crianças das escolas rurais sobre a importância e características da bio-região (utilizam histórias e contos, jogos didácticos, documentários); desenvolvem programas que englobam a temática florestal integrando os aspectos sociais com os ecológicos e económicos; estimulam e promovem a criação de viveiros de árvores autóctones em todos os estabelecimentos educativos da Patagónia e trabalham com os dirigentes e legislações para criar novas áreas naturais protegidas e a aplicação das leis que existem através da preservação de corredores biológicos. O fundador desta organização é Lucas Chiappe, que trabalha incessantemente para preservar a biodiversidade e paisagem natural, tendo como base a educação ecológica e a promoção de viveiros de espécies autóctones. Chiappe vive com a sua família no meio do bosque que defende, para além de coordenador deste projecto é jornalista, fotógrafo, agricultor e líder de diversos movimentos ecologistas. BOSQUES AUTÓCTONES Múltiplos estudos desenvolvidos por biólogos, ecologistas e estudiosos da biodiversidade em todo o Mundo colocam em evidência que "a perda dos bosques autóctones do planeta, representa o erro mais lamentável que a raça humana cometeu em toda a sua história". Os bosques são ecossistemas que integram toda uma colecção completa da vida que contém, com múltiplos benefícios para todos. Lamentavelmente, o planeta perdeu 60% da sua cobertura vegetal nos últimos 200 anos... É necessária uma consciência global da interconexão das espécies, lugares, climas, condições do solo e seus microorganismos, a água, a topografia, os factores de pressão e stress e da diversidade biológica dos elementos que coabitam dentro deste sistema, que é extremamente frágil e complexo. artigo do jornal la nacion, 12-12-2000 " Tudo o que o mundo logrou... foi feito graças a que se lançaram ideais e esperanças que excediam as possibilidades do momento" Herman Hesse (no livro de Lucas Chiappe, "Alma do bosque" um livro que poderá consultar no espaço de trabalho da SIGMETUM)
uma iniciativa que se alargou através do GONDWANA WORLD PARK